3 erros fatais na implementação de ERP

Implementar um ERP especialista é um salto para o sucesso de qualquer empresa: economiza tempo, diminui gastos e estimula o crescimento. Ok, disso todo mundo já sabe. Mas essa implementação faz parte de um processo de mudança e, como qualquer novo passo, é preciso tomar alguns cuidados para obter melhor resultado. Separamos aqui uma pequena lista de erros que podem ser fatais para o seu empreendimento e por que evitá-los. Vamos lá?

  1. Não envolver o time

Antes de tudo, os primeiros a terem contato com o novo sistema são os colaboradores da sua empresa. Eles devem estar engajados no projeto de implementação de ERP e serem conscientizados de que a empresa está passando por uma mudança na cultura organizacional. Sem esse contato mais humano com os colaboradores, é possível que os líderes tenham que lidar com posturas agressivas e reclamações acerca da nova configuração de trabalho – então melhor evitar, né?

Para auxiliar nesse processo de adaptação, a Solution aposta em treinamentos de toda a equipe durante a fase de implementação do sistema. Seja com capacitações à distância ou presenciais,  os seus colaboradores entram no ritmo certo do ERP especialista.

  1. Não contratar profissionais especializados

Não adianta querer cortar caminhos. Para ter o melhor resultado, é preciso investir na melhor alternativa. Na Solution, nós entendemos que cada empresa é única, com particularidades e especificidades que precisam ser lembradas na hora de aplicar um sistema ERP. Não é à toa que somos a empresa mais especializada no mercado, com 26 anos de estrada.

Especialistas que já participaram de outras implementações em outras empresas conhecem circunstâncias diferentes e sabem utilizar atalhos e alternativas em cada uma. Não contratar uma equipe especializada em ERP é sinônimo de desperdiçar tempo – e muito dinheiro, provavelmente, tendo que refazer o trabalho.

  1. Não respeitar o tempo de ERP

Implantar um novo projeto não deve ser um processo tão lento. Se a implementação demorar muitos meses além do necessário, os resultados vão demorar ainda mais para serem notados. Isso faz com que os colaboradores fiquem desmotivados e os gerentes ansiosos com a mudança. Dessa forma, processos de implementação mais curtos são os mais recomendados para melhores resultados. Neste sentido, um bom planejamento com cronograma de atividades permitem que processos de implementação mais curtos gerem resultados imediatos fazendo com que a equipe veja os resultados e sinta-se mais motivada.

Mas calma lá. Também é preciso respeitar o tempo pós-implementação. Estamos lidando com mudanças na cultura organizacional da empresa, então todas as mudanças precisam de tempo de ajuste. Os colaboradores precisam de um período de adequação – e não apenas eles, já que empresas lidam com terceiros e eles também precisam entrar nesse ajuste. Tudo depende do planejamento e do modus operandi de cada empresa.

Deixe um comentário