APIs: tudo o que você precisa saber sobre a ponte que conecta sistemas

Você sabe como é chamada a ponte que conecta sistemas e aplicações e que possibilita a segurança dos dados, facilita o intercâmbio entre informações com diferentes linguagens de programação e monetiza os acessos para os mais variados tipos de negócio em qualquer nicho do mercado? A resposta é API. 

Calma que a gente explica! A sigla API significa Application Programming Interface ou, em bom português, Interface de Programação de Aplicações. Se você ainda não entendeu, não tem problema, pois a maioria das pessoas não sabem o que é uma API já que ela é invisível ao usuário regular que só conhece a interface dos aplicativos.

Os profissionais que trabalham com a programação são os conhecedores dessa tecnologia que é resultado da evolução de outros tantos sistemas e ferramentas. Construir aplicativos e softwares de diversos tipos só é possível devido às especificações disponibilizados pelas APIs.

Para integrar sistemas, muitas vezes os profissionais precisam instalar vários recursos para torná-los compatíveis, gerando um grande volume de trabalho e atrasando os processos produtivos de uma empresa. As APIs integram sistemas que possuem linguagens diferentes de maneira ágil e segura. 

As APIs dão diversas possibilidades para que os desenvolvedores de softwares e aplicativos conectem tecnologias heterogêneas, como bancos de dados distintos, por exemplo. Com elas é possível também fazer com que algumas funções e ferramentas de determinados aplicativos sejam utilizadas em outros, sem que isso cause qualquer dificuldades.

Nós, da Solution, conectamos sistemas das fábricas que atendemos – como por exemplo a AGCO, CNH, STARA -.  Os nossos e-commerce e APPs para mobilidade estão conectados e integrados aos nossos sistemas via API, já que  essa interface gera mais segurança e performance aos nossos clientes.

Vantagens das integrações por APIs

Você sabe que as Interfaces de Programação de Aplicações tem mil e uma utilidades e oferecem um leque enorme de soluções. Mas você sabe porque fazer integrações através de APIs é mais interessante do que outras opções? Então vem ver!

Segurança

Esse é um dos principais benefícios das APIs: a troca de informações é muito segura. Elas criam um “portão” e nele passam apenas conjuntos específicos de informações – definido pela empresa proprietária da aplicação.

Por exemplo: um banco de informações de sistemas internos apresentam número de contas abertas por mês, clientes em débito, clientes que recebem valores superiores. Usando APIs é possível criar aplicações específicas para consultar cada uma dessas categorias individualmente.

Monetização por acesso

As APIs que possuem algum tipo de restrição quanto ao seu acesso são chamadas APIs Privadas. Elas podem ser feitas através da cobrança por acesso a determinado tipo de informação. Como por exemplo a Netflix que cobra de seus assinantes antes de disponibilizar seus conteúdos.

Redução no volume de dados

Como as APIs integram dando a possibilidade de restringir acessos e vincular apenas um tipo de informação isso significa que a plataforma tem uma otimização em sua performance, porque a restrição da manipulação de dados proporciona o melhor aproveitamento de informações. Dessa forma não se ocupa um sistema com dados desnecessários.

Possibilidade de auditar acessos

As APIs podem responder perguntas como: quem acessou, quando, de onde e o que consultou. Com elas é possível ver de forma detalhada o fluxo de dados operando através de um Gateway de API. Isso é muito importante para empresas que utilizam as API no e-commerce ou em sistemas que manipulam dados de alto valor ou com necessidade de sigilo, como dados bancários, por exemplo.

 

As APIs do nosso cotidiano

Não tem como contabilizar a quantidade de APIs presentes no nosso dia a dia. Vivemos em um mundo extremamente conectado onde os softwares atendem especificamente um determinado nicho de atividade. As APIs são protagonistas em diversas tarefas que executamos. Confere aí!

Facebook – UBER

A API do Facebook é uma das mais utilizadas por diversos outros serviços que procuram realizar login de usuários em suas plataformas de negócio, como faz o grande aplicativo de transporte, o UBER. A integração dos sistemas acontece já no momento do cadastro quando o aplicativo oferece a opção de o usuário se registrar com o número do telefone ou fazendo login com o Facebook.

A possibilidade de poder se conectar em vários aplicativos com um único login e senha busca facilitar a experiência do usuário na plataforma. É como uma chave única que cada pessoa possui dentro da internet. Como um bom sistema de trocas, o Facebook adquire mais um dado referente ao seu público e isso mantém a roda girando nos negócios da rede social.

Google Maps – Sites de hotéis

Imagine que você está pesquisando um hotel específico para passar as férias e dentro do próprio site você tem um mapa do Google que te permite – sem sair da página – ver a melhor forma de chegar ou as lojas da vizinhança.

As APIs realizam essa integração de sistema com o Google Maps, deixando a experiência do usuário em uma página ou aplicativo mais otimizada. Manter as pessoas em um site por mais tempo aumenta a possibilidade de gerar novos negócios e as chances de dispersão são reduzidas.

Sites de E-Commerce – Operadoras de crédito

As APIs – dentro de um site de e-commerce – permitem que a utilização dos serviços que envolvem o banco se relacionem com operadoras que fornecem serviços do cartão. As famosas empresas – Buscapé, Decolar e Google Shopping – só existem por causa da Interface de Programação de Aplicações.

A aplicação dos dados, através das APIs, acontece de forma rápida e segura e dessa forma o usuário finaliza o seu processo sem perceber a complexidade do que aconteceu, passando por uma experiência mais agradável e tornando as transações mais efetivas. 

Logar em site com redes sociais

Hoje em dia é muito mais fácil fazer logins em sites utilizando as suas próprias redes sociais ou mesmo sua conta do Gmail. Essa integração das contas pessoais com outra plataforma potencializa a qualidade da experiência do usuário em ambientes digitais e isso pode beneficiar qualquer empresa. 

Quando as APIs abriram essa possibilidade de integrar as aplicações, elas colaboraram para que os proprietários das plataformas pudessem ter acesso a informações importantes sobre quem navega no seu ambiente.

A área comercial é muito beneficiada pois ela consegue construir uma estratégia de marketing digital, e, dessa forma, pode elaborar produtos personalizados para os seus clientes e atingir melhores resultados. Só com as redes sociais, por exemplo, o empresário pode coletar informações para avaliar os hábitos de consumo, como idade, sexo, localização, locais frequentados. 

 

De onde vieram as APIs?

O acrônimo API é bastante antigo na computação, porém, a integração de sistemas com APIs, baseada em protocolos abertos da web, começou nos Estados Unidos por volta dos anos 2000, com empresas que, até hoje, são gigantes mundiais nos mais variados setores do mercado.

Grandes empresas como Ebay, Salesforce, Amazon e até mesmo o Twitter, viram na ampliação de demanda por internet, a grande chance de suas vidas: a de gerar negócios online. A integração de interfaces potencializa os negócios e gera diversas oportunidades como essas que vamos falar agora.

Salesforce

A primeira API foi da Salesforce. Ela disponibilizava um serviço de automação de força de vendas e oferecia a equipes de vendas externas ferramentas para que pudessem tomar decisões mais concretas. A Salesforce identificava as necessidades dos clientes e compartilhava dados através de seus diferentes tipos de negócios.

Ebay

O Ebay é até hoje um dos maiores sites de compra e venda de produtos. A API deles também foi criada em 2000 com o objetivo de facilitar os negócios como propósito central. A aplicação padronizou a forma como as aplicações se integravam com a Ebay, tornando mais fácil para parceiros e desenvolvedores a produção de negócios dentro desse ambiente.

Twitter

Enquanto os exemplos que citamos anteriormente buscavam melhorar os processos de compra e venda, o Twitter focou sua API para explorar melhor a sua capacidade de promover a comunicação e compartilhamento de conteúdo. 

 

Agora você já sabe que as APIs funcionam como meio da comunicação entre os mais diversos códigos, definindo comportamentos específicos em uma interface. Fique atento, é a API que irá interligar diversas funções em um site ou aplicativos de modo que possam ser utilizadas novamente em outras aplicações.

 

#apisolutionintergraecommerce #agcointegradoapisolution #cnhintegradoapisolution #inovacaosolution

Deixe um comentário