A tendência da gamificação e como ela pode melhorar o rendimento da sua empresa

A cidade de Toronto, localizada no Canadá, possui um dos maiores centros de pesquisa em tratamento de crianças com câncer. Também conhecido como Sick Kids, o Hospital for Sick Children precisa aplicar as melhores terapias ao mesmo tempo que mede o nível de dor de cada uma delas. Essas informações precisam ser precisas e coletadas diariamente para que o tratamento certo seja direcionado para cada criança. Trata-se de uma problemática grande no meio da saúde, mas que foi resolvida no Sick Kids usando a gamificação.

Gamificar é uma tendência cada vez mais forte no mundo empresarial e está sendo adotado em todos os segmentos. Neste blog post vamos abordar o conceito, como começar e dicas de como aplicar dentro do seu negócio!

Afinal, o que é gamificação?

Os gestores do hospital Sick Kids notaram que, para conseguir documentar fielmente todos os dados das crianças, a abordagem precisaria ser diferente. Em conjunto com uma agência canadense de comunicação, eles desenvolveram o Esquadrão da Dor, um app que coletava informações sobre os níveis de dor que cada paciente estava sentindo.

Funcionando em uma estrutura de progressão, as crianças ganhavam papéis de policiais e ganhavam recompensas respondendo os relatórios diários. Se uma criança respondesse p relatório três dias seguintes ela passava de cabo a sargento e assim por diante. Os detalhes da ação contavam com visuais inspirados nos seriados de TV canadense, vídeos, etc., mas o escopo da gamificação funcionou perfeitamente.

Gamificar é utilizar de mecanismos de jogos para criar um contexto de objetivos. Não é necessariamente criar um aplicativo de jogo dentro da sua empresa, mas usar pontuações, desafios, metas e regras que estimulem o seu time a atingir resultados. Uma pesquisa realizada em seis países mostra que gamers dedicam 6 horas por semana com jogos. Jogar vai além da diversão e envolve outras habilidades mentais, como concentração, foco e determinação em cumprir missões.

Já parou para pensar que você pode não ter gamers na sua empresa, mas pessoas que reúnem as mesmas habilidades? Agora que você entende melhor o que significa gamificar, aqui vão algumas dicas para a implementação desta prática dentro do seu ambiente de trabalho.

Benefícios e primeiros passos: como começar a gamificar na minha empresa?

Assim como qualquer projeto, é necessário definir o objetivo que você quer alcançar com a gamificação. É necessário chamar responsáveis da equipe que você gostaria que se envolvesse na elaboração do projeto, determinando metas e sempre pensando em follow ups e modos de medir resultados.

Em seguida, você e esse time de responsáveis devem decidir quais são os players, ou seja, quais colaboradores são aptos a participar desse programa. Devem ser levados em consideração as habilidades de cada um e, como sempre, o objetivo final da missão.

Em terceiro, elabore a mecânica do jogo, como ela deve funcionar, quais são as regras e como você vai medir os resultados. É de extrema importância que essa mecânica deve ser apresentada a todos, a fim de que opinem os detalhes estão de acordo com a rotina de trabalho de cada um. Não se esqueça que o objetivo é que as metas sejam realizáveis de verdade e criar metas irreais pode gerar uma sensação de falha e frustração no time.

Gamificação dentro das empresas trazem diversos benefícios, mas podemos listar os principais aqui:

  • Trabalho em equipe: caso opte por uma gamificação que divida sua equipe em times, isso estimula seus colaboradores a pensar fora da caixa, ouvir proposições e mais;
  • Lideranças: muitas vezes você pode descobrir habilidades de liderança em colaboradores que você nunca imaginou, gamificar é uma boa oportunidade de explorar talentos diferentes;
  • Conquistas: assim como um videogame, você pode despertar essa sensação de missão cumprida entre seus colaboradores e gerar motivação para próximas metas;
  • Acompanhamento de performance: um jogo é feito de diversas fases, missões e “chefões”. Um programa gamificado dentro da sua empresa é uma ótima maneira de acompanhar o progresso de colaboradores e mensurar resultados!

Cases de Sucesso

Separamos aqui alguns exemplos de gamificação para inspirar você a “dar o start” na sua empresa:

  • Microsoft: a gigante possui diversas implementações. Em um deles criou um projeto de gamificação totalmente voltado para os colaboradores. As equipes de teste são motivadas a encontrar falhas de traduções em todas as línguas que o software possui disponível;
  • Engine Yard: a empresa americana líder em DevOps Ruby decidiu criar uma competição que resultou em uma melhora de 40% de taxa de atendimento ao cliente. O método? Expor o tempo de resposta dos melhores líderes em tempo real;
  • Sun Life: através do Money Up, o programa de gamificação aumentou a retenção dos clientes de todas as faixas etárias em 40%. Dados da empresa apontam que os jovens são os que mais visitam e se engajam e hoje o volume de interações com a plataforma está ainda maior — 15% a mais em relação ao seu lançamento.
  • Escape Hotel: a casa que serve de cenário para jogos de fuga localizada em São Paulo, teve um aumento de 90% na demanda de empresas com interesse em utilizar o local para treinar seus funcionários — Abbott, Gerdau, Omint, Johnson & Johnson, Catho, PwC, DKT Prudence, dentre outras.

Pronto para inovar na sua empresa?

Sem dúvidas, a gamificação é uma tendência que veio para ficar. Para se ter uma ideia, já existem até mesmo empresas especializadas em criação de gamificações para outras empresas. Já pensou em aproveitar os insumos e dados que trafegam no seu ERP Solution para criar games e gerar engajamento e maior produtividade na sua empresa? Você pode aproveitar e tirar dúvidas falando conosco! Vamos adorar ajudar você a impulsionar a sua empresa!

Leia também:

Inteligência artificial: a realidade por trás do que Hollywood te contou

O que você tem a aprender com empresas que valorizam a experiência dos clientes?

Vamos falar sobre tendências na gestâo?

Deixe um comentário