Precisamos falar sobre o futuro da gestão empresarial

In agosto 30, 2017
33 Views

Hoje vamos falar sobre tendências. Se existe algo que o gestor precisa é estar em constante busca por novidades na área da gestão, foi por isso que separamos algumas dicas que podem impactar positivamente no desempenho da equipe e consequentemente nos resultados obtidos.

 

Vamos lá!

 

Os novos modelos de gestão fazem parte do futuro das corporações, isso você já deve saber. Mas é importante que você saiba que não basta renovar seu modelo de gestão. As ações precisam ser aplicáveis, consistentes e muito bem planejadas.

 

Confira algumas delas:

O bom e “velho” home office

 

Nós já falamos sobre esse modelo de trabalho aqui no blog. Ele nada mais é do que um formato que permite aos funcionários trabalharem de casa. Não é algo novo, mas, tem se tornado cada vez mais comum dentro das empresas. Da mesma forma como ocorre com a contratação de profissionais autônomos e freelancers (aqueles que não têm vínculo empregatícios institucionais).

 

Treinamento corporativo em qualquer lugar 

 

Compartilhar conhecimento com os colaboradores de forma presencial é muito eficaz, só que com o surgimento das novas formas de consumir conteúdo, uma forma muito prática de fazer isso é disponibilizar o material para que o colaborador possa acessá-lo a qualquer momento e de onde desejar. Por isso, assim como os modelos de gestão, as ferramentas EAD têm se sofisticado de modo a contribuir para a superação da resistência das pessoas quanto ao ensino a distância.

 

Autogestão – regime de democracia direta

 

Aqui, o patrão deixa de ser a figura principal. Neste caso, todos os empregados participam das decisões administrativas em igualdade de condições. O colaborador não terá mais alguém que supervisione seu trabalho. A autogestão ganha força como forma de sustentar o profissional como protagonista. As cada vez mais enxutas e menos hierarquizadas estruturas exigem colaboradores mais qualificados e generalistas trabalhando em função de projetos e entregas e não apenas sobre tarefas.

Viva e trabalhe por um propósito 

 

Foi-se o tempo em que os colaboradores aceitavam oportunidades com base única e exclusivamente pelo cargo a ser ocupado, pelo modo de contratação ou ainda pelas benefícios da vaga em si. Hoje, o número de colaboradores que aceitam oportunidades com base no propósito da empresa é grande. Esse cenário representa mais um grande impacto na área de gestão de pessoas. Aqui, é válida a reflexão dos profissionais de RH sobre as estratégias de engajamento adotadas e sobre a cultura corporativa de cada empresa.

Já ouviu falar em Job Rotation?

 

Quando o colaborador vivencia diferentes rotinas, atividades e funções dentro da empresa, ele é capaz de entender melhor os processos e, consequentemente, ampliar o seu ponto de vista sobre as diferentes áreas e atuação de sua carreira. E é justamente isso que essa prática propicia. Uma tendência que tem tudo a ver com a geração de profissionais do futuro: movimentar-se dentro da empresa e conseguir aprender sobre determinado negócio com profundidade.

Com essas dicas, é possível modernizar e (por que não dizer) turbinar o seu modelo de gestão de pessoas. Afinal de contas, é inevitável trazer à tona técnicas do futuro. Que tal colocar alguma delas em prática? Como dissemos no início deste post: você irá se surpreender com os resultados.

 

Até a próxima!

Deixe um comentário